Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: idade
recomeça o futuro sem esquecer o passado

19 de outubro de 2007

idade

Me sento aqui e reparo assim como quem não quer a coisa que eu tenho uma idade em que olho para as coisas com mais calma, em que as ilusões se convertem em esperança, em que o amor às vezes é uma tempestade e outras uma remanescência de paz. Tenho uma idade que é igual há que me dão as experiências vividas, as coisas conseguidas, as lágrimas choradas, o caminho percorrido, as ilusões tidas. Tenho uma idade que me é suficiente para dizer e pensar o que assim desejo, para decidir o que assim decido.
Mas o que me importa a idade se o que vale é o que o coração sente e a cabeça pensa!

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007