Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: esperança
recomeça o futuro sem esquecer o passado

27 de novembro de 2007

esperança

Aqui sentado estou, muro da minha infância, raízes do meu crescimento, memórias do meu futuro a caminhar por pensamentos e palavras caídas da minha boca, umas carregadas de cores berrantes outras cinzentas e com sabor a sal.
Já não me importam as vezes que não consigo respirar nem as noites acordadas incapaz de adormecer, assim como não me importam os dias que pergunto atrás de perguntas sobre meu futuro com olhos de passado longínquo.
O que me importa mesmo é o que eu sinto porque há momentos, mesmo que não queira, em que penso que a tristeza durará para sempre e será eterna e outros momentos em que um simples sorriso adornado de poucas palavras me devolve a energia para abrir todas as janelas do meu caminho de modo a que a leve brisa agite todos os sentimentos e eu consiga voltar a ser o eu que sempre quis ser.
A esperança não está no fingir, no não acreditar que não existem problemas mas sim no saber que eles não são eternos.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007