Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: silêncios
recomeça o futuro sem esquecer o passado

2 de janeiro de 2008

silêncios

Acendo um cigarro que já não fumo, olho sem saber para onde utilizando apenas o simples reflexo de fazer alguma coisa que esconda a humidade do meu olhar.
Não fumo nem quero que me vejas a chorar.
Tento pronunciar algumas palavras. O pensamento é mais veloz que a articulação de letras, que a construção de palavras, que a formulação de ideias.
Expiro o ar cansado que me circulou neste pesado corpo.
Olho continuando sem saber para onde.
Num repente penso:
- Não quebres o silêncio se não fôr para o melhorar!
Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007