Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: caminhos apenas caminhos
recomeça o futuro sem esquecer o passado

14 de julho de 2008

caminhos apenas caminhos

Caminho sobre o olhar fazendo uma carreiro de sentido único. Pouco ou quase nada vejo porque esta neblina que me enevoa a alma tem dias que é muito densa que até parece parede.
Caminho sobre esta falésia, com as mãos em ferida de tanto escalar sobre sombras e sombreados que escurecem o claro dia.
Caminho com olhos abertos de ver à noite para ver onde está a minha vontade de me levantar e agarro-me a uma onda do zulmarinho para me erguer.



Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007