Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: caminhos vazios
recomeça o futuro sem esquecer o passado

7 de julho de 2008

caminhos vazios

Caminho num caminho feito de coisas poucas, muitas vezes agarrado ao vazio e mesmo assim vou sorrindo. Sei que a nostalgia vive dentro de todos e um pouco mais em mim, apenas porque sou mais egoísta.
Caminho de onda em onda num zulmarinho de saudade e olho para cada palavra dita como que me esquecido do significado, umas vezes surpreendido, outras maravilhado. Caminho nos passos incertos da certeza de não ter destino marcado na angústia e falsidade.
Caminho ao sol, mesmo que o da meia noite, porque assim percorro o caminho, feito de coisas poucas, agarrado ao vazio, sorrindo, e estarei sempre mais perto de ti, num quase te alcançar.

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007