Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: pintura-me
recomeça o futuro sem esquecer o passado

18 de agosto de 2008

pintura-me

Me sento sobre esta pedra e observo o zulmarinho no seu vai e vai se espraiando na areia.
Me deixo embalar e, de pensamento em pensamento, concluo que a minha vida é uma pintura onde se notam as pinceladas que põem a nu a minha estória e os meus amores.
Olho com olhos de ver esse quadro e vejo que há espaços escondidos em mim que nem eu nos meus sonhos sonharia ter, estórias de rua sombreada num arco-íris de essências e desejos.
Reolho e observo traços hesitantes entrecortados por certezas como se fossem palavras ditas na afirmação.
O zulmarinho me embriagou mais uma vez.
Sanzalando

2 comentários:


WebJCP | Abril 2007