Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: retorno
recomeça o futuro sem esquecer o passado

16 de agosto de 2008

retorno

Parei de caminhar para descansar à beira do zulmarinho. Bebi o perfume da maresia, despenteei-me com a brisa marítima, e cansei-me a dar braçadas na imaginação à procura dum porto seguro que fizesse sentido.
Mas agora, assim num instante para desentrançar a língua, resolvi falar-me numa mistura de ideias e provérbios, porque me lembrei que o pior cego é mesmo só aquele que não quer ver, assim como a pior ausência é aquele que falta e a pior vitória é a alheia, pelo que o pior morto é aquele que não quer ressuscitar.
Misturadas as coisas, frases feitas na imperfeição da voz rouca, vou dar um passeio pelas ideias que me atormentam os sonhos.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007