Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: novo contrato
recomeça o futuro sem esquecer o passado

5 de setembro de 2008

novo contrato

Acho chegou a hora de despedir do zulmarinho, dizer adeus à linha recta que é curva, pensar noutros ares que se me dão. Sei que lhe vou sentir a falta do perfume da maresia, de passar as mãos pelo cabelo revoltado no vento que sopra mais forte que a brisa. Acho que chegou a hora de juntar à eterna nostalgia a nostalgia deste zulmarinho que me serve de ponte, elo de ligação ao início dele, porta voz das vozes das kiandas.
Mas assim decidido fica também manifestado a intenção de selar um pacto de amor em que me comprometo a respeitar o mais amplo sentido das palavras e dos silêncios; nenhum de nós manterá malentendidos que possam causar dano no nosso fiel propósito de nos amarmos; ambos teremos direitos a carícias e mimos com o simples propósito de renovar este contrato; estão permitidos os silêncios desde que não por birra ou zanga; os actos de amor nunca serão escondidos.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007