Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Dando a Volta ao Mundo da Imaginação(VI)
recomeça o futuro sem esquecer o passado

31 de janeiro de 2009

Dando a Volta ao Mundo da Imaginação(VI)

Hoje me vou contar uma estória, porque eu preciso descansar.

Me sento e fico com toda a atenção do mundo virada para mim porque me quero ouvir.
Mas qual estória mesmo eu vou contar? A biografia não autorizada de Anastácio Zeferino? Não, que essa não interessa e ainda por cima pode ser que não seja verdadeira por isso é que ele não autorizou.
Às voltas neste diálogo entre eu e o mim eu cheguei a Camberra que é a capital da Austrália que fica lá no outro lado do globo, que a gente até tem de dar uns passos para lhe olhar do outro lado. Afinal não é Sydney, embora a gente pensa que é, só porque é esta que aparece nas fotos todas quando a gente fala de Austrália. Mas Camberra é que é mesmo, que lá na língua nativa quer dizer ponto de encontro. Como aquele continente que é ilha é tão grande e tem tão pouca gente que eles marcaram um ponto de encontro para se encontrarem e ainda por cima não tem mar porque é no interior. Também é cidade feita de encomenda para ser capital. Nem Sydney nem Melbourne , que foi a capital até construírem Camberra, que é feita de raiz, numa espécie de cidade e jardim ao mesmo tempo.
Mas isto era mesmo só por causa de que eu estava à procura duma estória e dei um salto até parecia canguru. Mas afinal de contas eu estou a fazer o quê aqui sentado a olhar a imaginação a voar por aí fora? Vejo o Uluru, que é o maior monólito do mundo. É composto de arenito impregnado de minerais como feldespato e eu lhe calcorreio duma ponta a outra num passo de caminhar devagar. Daqui de cima eu ia dizer que o mundo é chato de plano mas eu sei de saber escolar que ele é redondo e que eu daqui não consigo ver o deserto que também está aqui perto. Deserto é um mar de areia feito ondas que são as dunas e onde a chuva tem muito tempo esqueceu de lhe regar.
Mas tas a pensar o que? Aqui também tem uma parte que é floresta tropical . Vês, aqui tem tudo que até tem uma barreira de coral que é o maior recife de coral do mundo.
Afinal eu ia fazer mais o quê?

Sanzalando

4 comentários:


WebJCP | Abril 2007