Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Dando a Volta ao Mundo da Imaginação (III)
recomeça o futuro sem esquecer o passado

25 de janeiro de 2009

Dando a Volta ao Mundo da Imaginação (III)

Estou sentado como se estivesse num cinema. No ecran da televisão projecta-se uma mulher que canta. Muita cor, muita alegria a rodeia. Gente que faz couro, gente que dança. Um mundo irreal e eu deixo-me embalar. Entro em Bollywood, Sinto o perfume a caril, prevalece o vermelho e o amarelo torrado. Fecho os olhos e quase posso tocar no esquelético corpo de Mahatma Gandhi emquanto me entra umas ideias de paz de espírito corpo adentro. Mas tomo balanço e como que viajando nos anéis de Saturno encontro-me em Bombaim, assisto ao ataque e me revolto enclausurando-me no Taj Mahal, obra feita com a força de cerca de 22 mil homens, trazidos de várias cidades para trabalhar no sumptuoso monumento de mármore branco que o imperador Shah Jahan mandou construir em memória de sua esposa favorita, a quem chamava de Mumtaz Mahal ("A jóia do palácio"). Ela morreu após dar à luz o 14º filho. Mas afinal onde é que estou hoje?
Ah! Agora Calcutá. Vou até Goa. Depois, depois...
Vou mergulhar no rio Ganges, purificar-me de corpo e alma.
Bolas, porque é que me acordaste?






Sanzalando

2 comentários:


WebJCP | Abril 2007