Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Palavras sólidas
recomeça o futuro sem esquecer o passado

10 de janeiro de 2009

Palavras sólidas

Já sei que racha ter assim tanto frio. Mas me aguento neste frio de rachar. As palavras são assim como que acompanhadas por uma nuvem de vapor, que eu acho estivesse só mais um bocadinho de frio até te chegarem no ouvido elas iam dar uma voltas que até parece estavam a brincar no ar. Imagina só as palavras a piruetar até te entrar no ouvido. Olha elas a fazer bolinhas de neve, a brincar ao atira atira antes de tu as ouvires.
Afinal de contas é bonito ter um frio assim de rachar. Eu não gosto. Mas que é bonito é.
Olha só as palavras em forma, numa fila direitinha prontas a te entrar pelos ouvidos. Lenta e geladamente frescas.
É hoje que, com palavras sólidas, eu te quero adiantar que quero ter a tua força, ter o poder dos teus olhos quando os meus estão cegos de amor.
É hoje que eu vou voltar a solidificar as soletrações que te disse nas noites quentes que me deitei no teu colo.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007