Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: ainda a minha Pitangueira
recomeça o futuro sem esquecer o passado

15 de abril de 2009

ainda a minha Pitangueira

Perdida a minha Pitangueira que um dia me deu seis flores minusculamente brancas, fiquei órfão de memória dum sabor. Jamais saberei a que poderiam saber as pitangas da minha Pitangueira.

Mas a minha Pitangueira, por ser pequena, jamais me daria sombra para eu me esconder das estrelas nas noites de luar e lhes ver a geometria geográfica dos desenhos que imagino, sem ser visto. E os meus cabelos da cor da espuma do mar jamais seriam protegidos por ela da força do vento que teima em não parar de soprar. E os meus olhos que teimam em fingir que para lá da minha pitangueira existe um paraíso que ficou menos bonito sem as suas seis flores.

Porque será que gostei da minha Pitangueira antes dela ser uma Pitangueira de verdade?


Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007