Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: um dia... eu sei
recomeça o futuro sem esquecer o passado

6 de maio de 2009

um dia... eu sei

Sento-me aqui onde ouço o marulhar do zulmarinho. Sinto-lhe o perfume. Fechados os olhos parece consigo lhe sentir a temperatura gelada que deve estar. Me embalo nos pensamentos e o seu ritmo imparável quase me deixa zonzo. Tento fechar ainda mais os olhos para ver se deixo de ver as figuras que se filmam no meu pensamento e as imagens se transformam, umas indescritíveis, outras sem sentido e outras num aparentemente real. Tento tudo para as apagar e mais me inquieto. Enervo-me. Balbucio palavras que se alguém ouvisse iria pensar que estou louco, de raiva. Abro os olhos para certificar que não há ninguém por perto. Volto a fechá-los na esperança de ter um momento de descanso. Fazes-me falta, ar dos meus desejos! Se estivéssemos juntos quanto diferente este momento seria? Muito diferente, eu sei, por isso sinto raiva de que os meus sentimentos não sejam condizentes com a minha realidade.

Um dia… vai ser diferente. Eu sei!



Sanzalando

2 comentários:


WebJCP | Abril 2007