Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: sonho-te acordado
recomeça o futuro sem esquecer o passado

22 de junho de 2009

sonho-te acordado

Faz conta dormes a meu lado tranquila. Não consigo evitar olhar-te e balbuciar mudamente palavras de amor. Virtualmente percorro com os meus dedos as curvas do teu corpo, do que imagino ser o teu corpo. Dormes profundamente que nem um gesto de gosto ou de afastamento esboças. Tento imaginar o que pensas nesse sono profundo. Quase daria a alma para o saber. Desconsigo e não me tenho certezas que seraiam pensamentos positivos para o meu lado. Imagino os teus olhos fechados e consigo sentir crescer em mim o desejo cada vez maior de te ter. Desejo ardentemente que abras os olhos e me consigas ver embevecido a olhar-te.

Dormes. Profundamente e eu sem ter direito a um olhar teu. Superficial ou profundo. Só tenho direitos ao silencio calado de nem saberes que eu êxisto.

Continuo a percorrer o teu corpo com o olhar e virtualmente com os meus dedos.

Sonho-te acordado com paixão de morrer.


Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007