Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: é obvio
recomeça o futuro sem esquecer o passado

13 de agosto de 2009

é obvio

Me sento no sentir do zulmarinho e com a certeza de que precisa ir embora. Eu acho que estou a precisar de novos sentires, buscar outros ares que me arrefeçam os ossos e me destrofiem os pensamentos.Eu preciso dum lugar onde encontre outras árvores que cresçam num parece que não param, onde as sombras sejam refrescantes sombras ou assim pareçam. Eu preciso dum lugar onde eu possa ressuscitar-me nos sentidos.

Não estou a fugir de ti nem do teu suave aroma que me invade a memória, nem do teu odor quente duma noite de verão, nem da tua chuva de palavras com sabor a trovoada. Eu só precisa de mudar de ares, saltar e dançar num voltar a rir de satisfação.

Me sento no sentir do zulmarinho como que cansado de sonhar com o que poderia ter sido e não foi e com vontade de sonhar sem ser de memória. Por isso preciso mudar de lugar e sorrir com lábios com cor de riso, cara com sabor a riso e olhos com ar de riso.

Já sei, vou sair deste lugar a correr numa surpresa até para mim. Mais cedo ou mais tarde. É óbvio!


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007