Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Outono num sonho
recomeça o futuro sem esquecer o passado

26 de setembro de 2009

Outono num sonho


Me disseram como que num segredo que aqui é Outono. Olho para aquele jardim duma rotunda qualquer, uma das muitas que por aqui despontam em cada noite, e vejo que está ali uma flor que parece estar contente. Só pode estar apaixonada. Até parece que ela me ouviu pois ficou mais brihante a sua postura, a nitidez das suas cores sobressairam. Já deu para ver que estou perante uma flor apaixonada e vaidosa. Percebi que as flores bonitas quando se apaixonam ficam vaidosas. Não foi estudo, foi mesmo só é observação. Olhem bem para ela como está replandescente. Se ela fosse luz eu diria que estava incandescente de paixão. É hoje a minha fluorescente flor duma rotunda que me brilha.

Mas como me disseram que era Outono mudei as agulhas da minha direcção e vou para um recanto, protegido do vento e da frscura do mar, carregado de livros, ler as palavras que os outros me escreveram com sabedoria, enchendo as horas do meu passar. Mas esta flor quase me fez chorar ao me dar brilho neste cinzento dia de Outono. Voltei a mudar as agulhas, virei o leme e vou antes à procura dos amigos para conversar ou lhes ouvir, mesmo que sejam os silêncios.

É, hoje parece que me apetece florescer neste sonho de um dia de Outono cinzento.


Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007