Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: sonho-te para ser teu
recomeça o futuro sem esquecer o passado

22 de setembro de 2009

sonho-te para ser teu

Sonho-te como se ouvisse uma qualquer canção de amor. Em francês, por exemplo, porque acho a língua doce, apaixonante. Não a entendo, mas transmite-me uma qualquer magia que faz com que me apeteça compartilhar este amor que te sinto. Eu não sei se a entendes. Mas serve-me bem para te amar neste sonho. Mais ou menos fazer com que me vejas sem necessidade de gritar ou espalhafatar. A música embala-me neste sonho. E tenho a sensação que me olhas, que me reparas com os teus olhos amendoados e doces, mesmo que seja numa superficialmente forma de ver. Um dia os teus olhos penetrar-me-ão na alma e ver-me-ás. Estou tão certo como a melodia da canção que ouço, te apaixonarás um dia por mim e retribuirás todos estes sonhos. Procurarei, diariamente, a confirmação, assegurarei que teus olhos só me verão a mim, na base do egoísmo chamado amor. Sonho-te castrando-me de segundos, carregando-me de medos, voando pelos céus como uma criança na sua inocência. Descobrirei que sou grande e que grandes coisas nos esperam para além deste mundo de sonho que construi à tua volta.

Sonhar-te não é esforço desde que eu não me separe de mim, desde que eu não me equivoque.

Sonho-te para que um dia me deixes ser teu. Eternamente.


Sanzalando

3 comentários:


WebJCP | Abril 2007