Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Instantes (3)
recomeça o futuro sem esquecer o passado

14 de novembro de 2009

Instantes (3)

Ela gostava de ouvir as minhas estórias e eu contava-as todos os dias. Acrescentava todos os dias uma nova especiaria como querer dar um gosto especial. Tentava sempre ser o protagonista principal, mesmo quendo a estória só tinha passdo ao lado ou na imaginação. Eram as minhas estórias que ela ouvia. Eram estórias cadentes de sentimento, constelações de argumentos, nublosas de paixão. Cada palavra era composta por letras escolhidas com ternura para dar colorido ao enredo. Algumas vezes as estórias eram escritas numa sebenta de capa vermelha para mais tarde serem relidas, mas não tinham o mesmo sabor porque estavam arrefecidas de sentimento. Tinha sido esse o caminho que eu tinha escolhido para lhe conquistar o coração. Não queria espadas nem outras armas, violências apenas de carinho nas corres berrantes de cada letra pintada na minha voz sentida da estória contada.

Como qualquer instante, este também passou.


Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007