Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: A 4ª desde aqui
recomeça o futuro sem esquecer o passado

10 de dezembro de 2009

A 4ª desde aqui

Enjaulado numa jaula de frio percorro a cidade e o campo. Chamar cidade a este lugar é o mesmo que a antiga estória da cidade e o mato, mas isso não é para aqui chamado a não ser para aquecer o ambiente.
Hoje metendo as pernas ao caminho fui ver verde, muito verde, aqui e ali interrompido por um casarão que só de pensar em limpar um dia eu fico logo a transpirar e por isso sigo caminho. Mas se me falam do lugar onde eu devia estar e que não é este onde estou a dizer cobras e lagartos então deviam conhecer este canto do mundo que é conhecido quer por Gram Bertanha, Inglaterra, Reino Unido, Velha Albion e sei lá mais o quê... vê-se logo que eles não se entendem. Mas a educação ficou na esquina ao sair de casa. Só pode... Se tem possa de água da muita chuva que aqui está sempre a cair, só para para refrescares os olhos num brilho solar por segundos, eles passam todas as rodas do carro para te darem um monumental banho. E é de propósito que eu bem vejo. Se estás na passadeira e queres atravessar... melhor mesmo é esperar que não venha nenhum pois te passam a ferro sem cerimónia. E se estás a tirar fotografia... ISSO É PARA QUÊ perguntam eles na língua deles e com ar de quem te vai arrancar o coração mesmo através da roupa toda que trazes vestido. Como a gente não se entende, eu finjo lhes desconhecer a língua, lá vou eu para a praia mais umas tantas vezes e até apaguei uma foto que apenas tinha um sinal de trânsito que a casa atrás nem se percebia... Outro mundo, dizem-me sem me conseguir convencer.
Mas na verdade lá vou andando à procura da inspiração para uma ideia que me surgiu faz tempo e a preguiça tem impedido...
Verdade verdade é que eu prefiro o campo à cidade, seja aqui seja lá.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007