Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Diálogos duma só voz (XX)
recomeça o futuro sem esquecer o passado

2 de julho de 2010

Diálogos duma só voz (XX)

- Como é que é?
- É!
- Deves ser a pessoa mais anti-social que conheço...
- ... não conheces mais ninguém, é?
- O sol hoje não te nasceu?
- E tu com isso?

- Desabafa... te ouvirei sem interromper, sem comentar e sem fazer caretas que traduzam o que eu possa estar a pensar...
- Tu me ficas a ouvir e eu nem sei que caras fazes porque apenas olho para os meus pensamentos... Agora queres fazer de psicólogo?
- Apenas quero ajudar-te com um olhar de inocência...
- Deixa-me sofrer os meus sonhos no silêncio das palavras que não disse, não escrevi e se calhar nem as pensei.
- Me sento a teu lado?
- Como te apetecer gastar o tempo. O meu gasta-se num gastar lento de ver o dia que um dia vai chegar numa madrugada de muitas noites passadas, talvez orvalhado de lágrimas, talvez apenas chegue num chegar sem ser dado conta. Senta-te, parte, fica ou talvez não. Não sei de mim, quanto mais de ti...
- Me deixas chorar lágrimas invisíveis de sofrer por ti, calado para não te magoar...






Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007