Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: tempo de nuvens
recomeça o futuro sem esquecer o passado

17 de agosto de 2010

tempo de nuvens

As nuvens voltaram e parece têm vontade de continuar por aqui a querer imitar o tempo de lá. O tempo já não é o que era. O tempo, intervalo entre dois instantes e, o tempo, frio do calor tropical que cacimba em todos os meses do ano são agora memórias de outros tempos porque os tempos modernos já não são assim.
Tudo a propósito do despropósito de estar a ver o mar fardado em trabalho que nem deixa olhar para o lado para ver se o biquíni azul anda por aqui num qualquer boca de sapo que não é a história de carochinha que me contaram no tempo em que eu acreditava em duendes e desconhecia doentes.
Mas os tempos novos são tempo que num futuro se hão de escrever com palavras que agora ainda não foram inventadas, porque tendem a ser tempos pós-modernos.
Afinal as nuvens não me deixam ver o mar, a farda não me deixa ir espreitar o mar e o tempo não me mostra mais o mar que foi o meu passado.

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007