Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: ai, tanto mar
recomeça o futuro sem esquecer o passado

25 de novembro de 2010

ai, tanto mar

Percorro o mar com olhar como quem procura a solidão, o falso silêncio e o tempo certo para meditar. Queria pousar o meu olhar sobre ti, embelezar a minha memória numa pauta de palavras quentes, ao mesmo tempo doces, eternamente apaixonadas. 
Talvez com um pouco mais de esforço meu, eu consiga ouvir os teus pensamentos e aquecer-me no teu olhar. Procuro ver mais além, o pormenor, a frase que penso que disseste mas esqueci a musicalidade da tua voz. Aqui na solidão, falso silêncio, tento esquecer tanto ontem que tenho e substituir por muito amanhã de esperança.
Lembras-te dos filmes que vimos? Recordas-te dos passeios que demos? Tenho tanto medo que tudo fique numa vaga lembrança e amanhã eu acorde e já nem me lembre quem sou.
Procuro ver-te no brilho do mar ao mesmo tempo que a maresia me trás o teu perfume de sabor salgado.
Ai, tanto mar.


imagem da internet
Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007