Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: me sento por aqui
recomeça o futuro sem esquecer o passado

21 de novembro de 2010

me sento por aqui

Me sento por aqui, numa beira mar imaginária, tentando libertar a alma do peso da memória e renascer para uma vida simples, descomplexada, como nos tempos de criança em que de pé descalço calcorreava ruas e vielas ao som dum amor platónico identificado na marca dum carro.
Me sento por aqui, cansado de sacrifícios inconscientes e tantas vezes passados despercebidos, até por mim.
Me sento por aqui, ouvindo na memória o mar, e procuro entregar-me com toda a alma a um amor de páginas em branco, sem passado, sem os demónios e glórias dum passado que não me lembro se o vivi. Me sento com a alma escancarada, sabendo apenas que existe céu e o horizonte, que o mar é um caminho, que a terra outro, e que entre nós apenas existe tempo.
Me sento por aqui, neste már de imaginação, tentando equilibrar o espírito e disfarçando com ondas de esquecimento as cicatrizes que escrevem-me o futuro.
Me sento por aqui, neste mar que te refresca, à espera dum entardecer que não chegue tarde demais.

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007