Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Paragrafozinho
recomeça o futuro sem esquecer o passado

17 de dezembro de 2010

Paragrafozinho

Percorro a praia num passo lento, como quem quer observar cada grão de areia, cada onda que se espraia num preguiçar dolente. Cada brisa perfumada com odores tropicais me eleva a um patamar de sonho e nostalgia que eu acho que mesmo sabendo aqui é inverno há outras maneiras de sentir o verão. Eu estou num verão ornamentado de cinzento inverno, perdigotado de chuva miuda e soprado de frio polar. Eu estou num lugar onde quase consigo ver outros lugares. Preciso só mesmo de me pôr em bico de pés na imaginação e pular de memória em memória.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007