Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: dói
recomeça o futuro sem esquecer o passado

27 de abril de 2011

dói

Me atiro por aí num descansar eterno, sabendo que esta eternidade não é mais que pouco tempo, o suficiente para eu estar de cabeça lavada e me esquecer que a saudade dói, que o amor dói, que ser feliz dói. Afinal de contas as coisas boas doem... Já não sei se quero ter coisas boas. Saudades não quero ter porque senão eu me vou lembrar do biquini azul que tinha para mim a serenidade de deusa e me fazia ficar desastrado quando ficava ao lado dela num normal nervosismo; ainda me vem à lembrança as corridas que eu dava nas perpendiculares para lhe ver passar nas paralelas. Não quero ter saudade por dói. 
Não quero ter a cabeça lavada, pois ainda me vou recordar da mini mota azul que me levava quase até no aeroporto velho só para puxar banga de quem nem tinha bicicleta.
Não me vou atirar por aí, vou apenasmente ficar por aqui a ver se me esqueço que um dia eu chorei por amor. E isso doeu!
Vou ficar por aqui à espera da mandioca e não vou nem me lembrar que eu não sei como é que é mandioca quando não vem no saco que diz: Mandioca.



Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007