Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: minha praia
recomeça o futuro sem esquecer o passado

9 de maio de 2011

minha praia

Sentado na areia da minha imaginária praia, que, por pura coincidência, é igual que nem a praia da minha infância, me vou elevando de imagens em imagens como se fosse uma escadaria de sonhos. Alguns parecem que estão embrulhados em papel de prenda e decorados com vistosos laços que formam corações e sabem a beijos desejados e transcritos em versos de amor. Outros, avulsos, sabem a mar, sabem a inocência, sabem ao gosto naif da vida desenhada num qualquer pedaço de areia de maré baixa.
Sentado na minha praia curo as feridas dos pesadelos, seco as lágrimas das desilusões e me embalo à espera desse futuro que não sei se terei tempo de lhe ter.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007