Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: por aqui
recomeça o futuro sem esquecer o passado

8 de maio de 2011

por aqui

Num não spot de pensamentos me deixo levar pelo desconhecimento da causa da minha tristeza e agonizo num choro silencioso, numa calada vontade de gritar, numa tentação de fugir sem saber para onde. Por aqui, na beira da praia, luto interminavelmente os meus conflitos internos como se fosse o último dia do resto da minha vida.
Por aqui, à beira da praia, me deixo levar para dias em que tu tinhas um brilho que só me lembro de imaginação ou em pedaços de memória fragmentada.
Por aqui, na praia, saboreando a maresia me perco nos momentos que podiam ser teus.
Por aqui me tenho num sou que já não existe.




Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007