Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Tanto mar
recomeça o futuro sem esquecer o passado

23 de maio de 2011

Tanto mar

Me sentei na arei e disparei o olhar para o vazio.


Tanto há para ver que não sei por onde começar, então, mais uma vez adiei. Me sento aqui e olho já quase sem ver, apenas gasto os raios de luz que me tocam a retina e não memorizo nem fotografo na imaginação novos sonhos.
Hoje me sentei apenas para ver um quase nada do tanto que há para ver.

Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007