Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: devagar vagabundo-me
recomeça o futuro sem esquecer o passado

23 de junho de 2011

devagar vagabundo-me

Devagar vagabundo por ideias soltas como se seguisse um trilho dum mapa inventado por mim um pouco antes do nascer do sol. Retomo a ideia que o que me cura é o mesmo que me faz mal, pelo que desenho novo caminho a seguir, evitando que o veneno e o antídoto se mesclem na minha imaginação e me toldem o pensamento. Afinal de contas eu sei desde faz muito tempo que nos contos de fadas também entram bruxas e vilões e à noite todos os gajos são parvos.
Mas neste novo caminho eu vou ter que olhar para mim, cuidar-me como se fosse uma preciosidade e que o meu coração não serve apenas para amar de mais, também tem de ter amor de recebimento.
Bolas, quando é que eu perco a mania de caminhar sempre em tua direcção?




Sanzalando

2 comentários:


WebJCP | Abril 2007