Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: levei um tiro nos sonhos
recomeça o futuro sem esquecer o passado

22 de julho de 2011

levei um tiro nos sonhos

Passo por aqui num passar de tempo quente, gastando o tempo como que à espera que o tempo acabe. Faz conta eu sou um filme onde aparece o the end, mas depois continuam as letras pequenas a passar ainda quase outro tempo de filme 
Não sei mais porquê, medito, eu acho um dia levei um tiro, ou fui que me dei, ou foi alguém que me deu. Mas eu sei que levei um tiro que acertou mesmo em cheio nos meus sonhos e feriu de morte os bons sonhos. 
Me olho e não vejo cicatriz. Mas acho mesmo eu levei um tiro certeiro nos meus sonhos.
Um dia, andando por aqui, vagabundamente passeando por mim, eu vou descobrir que não sei quem sou, quem fui. A memória se apaga no esfumar desses feridos sonhos. 
Será que alguém me vai procurar e me dizer que sou fulano de tal, o sonho de ser gente que sonhou um amor verdadeiro eternamente? Sera que alguém me vai dizer ao ouvido o meu nome e soletrar melodiosamente o teu nome a tentar fazer com que eu tenha de novo identidade?
Passo por aqui, gastando o tempo para não perder os sonhos sobreviventes nem deixar de ver o mundo com os olhos doces com que te vejo.
Passo por aqui, gastando o tempo e tentando cicatrizar um sonho que foi ferido de morte e que eu não queria que ele morresse.
Passo por aqui, num passar de tempo quente, com os olhos cacimbados de lágrimas à procura dos sonhos que morreram lentamente com o tiro que eu levei no centro dos meus sonhos.






foto da net
Sanzalando

2 comentários:


WebJCP | Abril 2007