Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: faz hoje sete anos num parece foi ontem
recomeça o futuro sem esquecer o passado

4 de outubro de 2011

faz hoje sete anos num parece foi ontem

Lentamente que nem lesma o tempo passa. Vagaroso parece até está cansado ainda antes de começar a contar na relatividade rápida duma vida que parece é um segundo olhada desde aqui, futuro de ontem.
Cinco anos tá quase a contar. 
Ainda me lembro parece foi hoje. Lembro mesmo o meu olhar a te ver, a minha cara de criança regressar num apagar das rugas que o tempo lento me marcou na cara num ar de tristeza. Acho estou a delirar se eu te disser que quando te olhei eu disse te amo num silêncio de doer na alma e a lágrima teimadamente escorrer na cara como se fosse a minha voz. Ainda hoje me lembro dos sorrisos abertos que me esperaram pacientemente, até eu parecia era uma very importante pessoa e me levarem a percorrer um mundo que acho era o sonho realizado num filme a cores e em todas as dimensões. Ainda hoje te tenso como nesse dia e nos antes desse. Me rotularam, etiquetaram e eu nas tintas com a minha lágrima escorrendo na cara parece é carimbo de marca registada.
Ainda hoje eu me lembro que foi só há sete anos e que para sempre ficaste mais marcada na minha alma parece é tatuagem ou feitiço.
Ainda hoje estou à espera de saber o que é que tu pensaste desse dia. Mas isso não me importa para além da importância da curiosidade. Importa é saber que estes sete anos foram ontem ao fim da tarde


Sanzalando

1 comentários:


WebJCP | Abril 2007