Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: solitário
recomeça o futuro sem esquecer o passado

21 de dezembro de 2011

solitário

Me atraso em pensamentos vazios. Assim mesmo, porque nao deixo a minha vida caminhar nas rodas do tempo normal.. Talvez os ventos sejam outros e as coisas passem num sem volta a dar, na volta que eu descansei-me e me esqueci de lembrar. 
É, a vida é imprevisível, o que já é demais eu saber. Como é que vou segurar um qualquer amanhã sem me ter arrependido das coisas desfeitas dum ontem qualquer?
Navego num coração solitário, com erros, medos e tantas esperanças e mesmo assim me deixo atrasar num tempo continuado.
Me perco por aqui.
Me encontro num mais além.
Os ventos mudam e me disseram que com nordeste não case nem pesque. 
Perco-me navegando num coração solitário.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007