Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: jogarei na saudade
recomeça o futuro sem esquecer o passado

22 de fevereiro de 2012

jogarei na saudade

Hoje me sento nas pequenas bancadas do Atlético. Faz conta vai ter jogo logo e isto vai estar que nem rebentar. Faz de conta vêm jogar as estrelas dos patins. Mas isso é só mais logo. Agora estou aqui a ver os meus botões, a recapitular os pontos negros, não os que alguma namorada mais tarde, um dia, vai forçar virem para fora. Mesmo assim, num só jeito de tentar ser feliz. Aqui sentado me tento viver sem pensar que não te tenho, que não existes num constantemente fervilhar de pensamentos. Que se existes és vento, chuva tropical, mosquito zunindo meu ouvindo ou ferrando minhas pernas desnudadas. Aqui sentado, me imagino mais logo, perdido, no meio da multidão que vai gritar os nomes, um a um das estrelas dos patins, enquanto me deslargo de ideias fixas em que tu não és corpo presente.
Aqui, mais logo, imagináriamente, vou tirar-te da minha cabeça, afastar-te do meu coração e dizer-me que é um sonho ser feliz assim. Vou deixar de estar ocupado com pensamentos teus, com inexplicáveis razões de mostrar um rosto baço e não terei preocupações de procurar os motivos de sorrir escondendo as lágrimas da saudade.
Aqui, onde num logo mais tarde, gritarei golos, como se fosse eu o herói do jogo.

Sanzalando



0 comentários:


WebJCP | Abril 2007