Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Praia das Miragens
recomeça o futuro sem esquecer o passado

1 de abril de 2012

Praia das Miragens

Sorrisos, sorrisos. Nem sempre significam felicidade. Hoje posso pegar uma máscara de sorriso, colocar na minha cara e ir por aí escondendo atrás dela as minhas lágrimas. Machuca? Dói? Claro que sim porque ninguém é imune à decepção e eu já não sei o que fazer comigo. 
Vou na praia das miragens, dia de festas do mar, manhã de sol queimante e asfalto escaldante, e decido dizer que é o fim dessa nostalgia que começou no dia em que nasci.
Sou forte mas não é fácil. Seguir em frente de olhos fechados nunca foi o meu lema. É mais mesmo ser Março e Mar. Chorar de amor e continuar combatendo o meu interior num eu devia ser assado e não assim.
Mas vou na praia das miragens, decidido a dizer-te hoje que o mundo nosso acabou e vai começar o meu. Me luto num contra mim e decido que eu vou ser mais assim doutra forma. 
Chego na praia das miragens, olho à volta. Os mesmos e as mesmas de sempre. Amigos do peito. Repenso e reafirmo que afinal, na praia das miragens ou fora dela eu vou ser mais do mesmo que nem eu, errado, machucado e sofrendo de nostalgia até ao dia que passar a cortina do tempo para o tempo sem cortinas.
Na praia das miragens me sento e decido: sou assim e vou fazer mais como então!

foto retirada do Faccebook


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007