Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: dolente
recomeça o futuro sem esquecer o passado

18 de junho de 2012

dolente

Já joguei à macaca, garrafão e trouxa lavada. Já brinquei com as campainhas das vizinhas e já saltei muros. Já ri à gargalhada e inventei futuros. Já parei em todas as esquinas, já subi as todos poucas ruas de subir, já te magoei em pensamentos, palavras e acções. Já senti o teu perfume que me esqueci. Agora me sento no sofá, de olhar no vazio e em cada piscadela de olhos vou recordar uma qualquer estória tua, mesmo que por mim inventada.
Se eu pudesse me sentar agora no teu colo, esquecer o frio que deve estar, preencher o espaço entre os meus dedos com uma qualquer coisa tua e deixar o vazio se encher de saudade, fechava os olhos e sonhava e na hora de acordar dormia mais um bocado para não interromper.
Fechar os olhos e sorrir é o que possa agora fazer.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007