Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: com sol
recomeça o futuro sem esquecer o passado

17 de agosto de 2012

com sol

Caminho sobre a areia escaldante do deserto. Me apeteceu escrever escaldante para ver se esqueço o cacimbo que ainda teima em cacimbar. Mas se eu pensar é escaldante vou imaginar está sol e é nesses momentos assim que a vida da gente reflexos e sentimos o sentido real das coisas. No cacimbo tem névoa, cinzento céu de escuridão iluminando cinzentas ideias. Com sol a gente descobre as certezas e incertezas que a gente carrega nas costas. Com sol a gente revê princípios carregados nos oito meses sem brilho desse cacimbo. Mas hoje é escaldante a areia desse deserto e com sol a gente interage no seu próprio carisma e renasce na juventude que esconde na mochila da alma.
Com sol escaldante a gente cria filtros, brilho nos olhos e a saudade adocica-se.
Com sol escaldante a gente acorda e pensa que vai te amar até a flor de plástico te oferecida numa tarde de chuva mirrar.
Com sol a gente canta que amanhã será outro tomorrow.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007