Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: a estória ainda não começa hoje
recomeça o futuro sem esquecer o passado

2 de novembro de 2012

a estória ainda não começa hoje

Brigadeiro Rato faz um esforço enorme para caber neste Cherokee que eu acho foi feito de propósito par ele entrar. Só neste bocado transpirou que já está a dizer que tem de ir mudar a camisa. De facto ela parece é acabada de sair do tanque da lavagem. Mas ele entrou e me disse:
- Vamos pró escritório!
Bom dia ou olá ou sei lá o que se esqueceu como se esquece todos os dias. Mas ele é Brigadeiro pode esquecer eu é que chofer só lhe digo em voz quase baixa:
- Bom dia Sr. Brigadeiro. Vamos a caminho assim o trânsito deixe.
Silêncio continuou. Liguei o rádio e estava a dar as notícias. Lhe deixei ouvir e virei para mim e deixei o jeep andar na velocidade lenta do trânsito matinal.
Quando parece acordei estava a dizer muito baixinho que quem não gosta de mim eu também não gosto. Mas aprendi a lidar com isso. Procuro mesmo é só estar tranquilo com a minha consciÊncia pois é impossível agradar a todos.
- Isto não anda mais? Tenho mais que fazer! Deviam ter umas ruas só para gente empresária.
Ai me calei e hoje não vou pensar mais em Bigadeiro Rato o homem que veio do Planalto e que dizem nunca vestiu farda.

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007