Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: gasolinando
recomeça o futuro sem esquecer o passado

28 de abril de 2013

gasolinando

Abrigado do vento que teima em soprar cada vez é mais forte, como que me a dizer: se te aguentas eu soprejo mais que vais cair. Mas eu resisto, enrugo os olhos e em tons de muitas cores agarro palavras como se fossem uma corrente e continuo o meu caminho.
Eu sei que tem sentimentos que são como todas as coisas, passam, ficam, avariam e desaparecem. Uns ficam aqui outros vão por aí e o ai nem sabe a sorte que tem..
Contra o vento que sopreja cada vez mais forte eu digo que carro não anda se não tem combustível. Me deixa só ir ali abastecer

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007