Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: Tentei pintar-te
recomeça o futuro sem esquecer o passado

8 de maio de 2013

Tentei pintar-te

Ziguezagueio por entre palavras, imagens, tons cinzas e poucas cores. Uma paleta de ideias, ideal para colorir sonhos, um pincel de cedro para dar ar rústico, agressivo ou sei lá porquê que dessas coisas descomplico-me. Faz conta eu hoje vou pintar o teu retrato como se te olhasse pelo canto do olho de modo a não me veres te olhar e assim eu não imaginar que um dia poderias sentir o mesmo que nem eu. Ou na pior das hipóteses, o retrato ficar tão perfeito que eu acharia que ambos tínhamos sido feitos uma para o outro. 
Vá lá, não te mexas tanto que assim do canto do olho não consigo fixar-me tão bem no teu sorriso mesmo quando não sorris.
Vá, lá, não me deixes te olhar de frente que tenho medo venha também paixão de ti.
Anda, sossega um pouco mais para eu ver o brilho dos olhos pelo canto dos meus.
Não consigo. Mesmo de viés aceleras o meu coração e eu, que nunca soube nem fazer um desenho abstracto, parece fiquei daltónico a olhar para a paleta.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007