Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: gostar de mim
recomeça o futuro sem esquecer o passado

2 de julho de 2013

gostar de mim

Dei para ai uma centena de braçadas. Respiro ofegante e vejo que a linha de horizonte está à mesma distância de há pouco. Parei a pensar e decidi não continuar. Regredi nas braçadas e voltei a terra firme. Em pé olho para lá da imaginação. Não darei cabo da cabeça para estoirar o coração nem vice versa.
Me sento na areia e continuo a olhar sem direcção. Queria gostar um pouco menos de mim, queria que o coração não batesse tão forte, queria apagar a memória. Queria continuar aqui sentado a olhar para lado nenhum.
Faz sol e o vento é brisa. Não quero pensar de mais quero fazer mais. Mas tenho de gostar menos de mim. Quero correr atrás de tudo o que já perdi e não sei porquê, ficando só para trás o que deixei porque sim.
Sentado na areia recordo as braçadas que dei, o regresso e continuo a gostar de mim.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007