Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: me olho o reflexo
recomeça o futuro sem esquecer o passado

17 de janeiro de 2014

me olho o reflexo

Me olho no espelho vezes sem conta. Já fui mensageiro, já escrevi cartas, já carpi mágoas e já libertei raivas. Me olho e não encontro mais esse aí que eu já fui. Vejo eu sou outro. Mais experiente, menos esquecido de si. 
Me olho no espelho e vejo que gosto de ti, despreocupada, sem olhar no relógio com medo que o tempo está a fugir, sentada no sofá e ri só porque sim, que perde tempo a falar, que aproveita o tempo para compartilhar, que reflecte luz mesmo que não saiba que roupa vai vestir.
Me olho no espelho e gosto de ver essa pessoa que tem gostos incomuns, se apaixona por livros, que gosta de ver, que sabe amanhã é outro dia, que sai de casa mesmo está a chover.
Me olho no espelho e vejo-te a sorrir mesmo para quem não conheces só porque sim.
Me olho no espelho e te vejo a dançar mesmo a música tenha acabado.
Me olho no espelho e te digo: surpreendes-me todos os dias.
Me olho e te vejo feliz.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007