Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: amor que sobra
recomeça o futuro sem esquecer o passado

24 de fevereiro de 2014

amor que sobra

Caminho sob um sol de bruxas, isto é, está a chover enquanto vejo o brilho de sol. Dou comigo a dizer-me à alma que num mundo de excessos a simplicidade é um enriquecimento. E lá vou eu seguindo com vontade de fazer um pic-nic. Já sei que vais dizer-me que não está tempo para isso, que as coisas não se põe assim simples na natureza. Há que reconquistá-la. Não é totalmente verdade mas tu tens razão e como sempre ainda te dou mais esta.
Então, continuando o meu caminho, agarro em lápis de cor azul e vou pintando todo o céu que encontrar e vou azulá-lo, com o verde vou encher a paisagem dele. Me emendas que não é assim. Te dou razão mais uma vez. É preciso compreender a natureza e aceitar sem lhe destruir.
Ok.
Vou dar mais amor, vou olhá-la com mais carinho. Dizes-me para não exagerar. Queres um pouco para ti também. Combinado.
Me ensinas a tratar a natureza e gostar dela e eu te dou o amor que sobra.

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007