Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: falando de amor
recomeça o futuro sem esquecer o passado

20 de fevereiro de 2014

falando de amor

Faz frio e não chove nem faz vento. Caminhamos lado a lado, em conversa animada. Seguimos sem rumo e sem boca calada. Saltamos assuntos e retomamos outros numa mescla de ideias que temos do mundo. Falamos sem atropelos em conversas de saber falar e ouvir.
De quando em vez ouve-se um Amo-te sem sabermos de quem, saiu mas ambos sabemos que veio da alma.
Te acabo por dizer que quando me tornei agreste ao mundo é que me começaram a valorizar e a notar que eu existia antes. Voltei ao antes, ao tempo em que eu sou eu sem defesas e sem rodeios.
Tu dizes-me que se eu tivesse encontrado um caminho sem obstáculos ele de certo me teria levado a lado nenhum. Todo o tempo é o tempo certo. Tem que acontecer na hora e a hora é uma indefinição bem definida.
Te digo que sim com a cabeça e te repito amor.
Respondes-me muito
Fazemos um dialogo sem fim, sem travessões nem tropeções.
Simplesmente falamos de amor falando de tudo com carinho.



Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007