Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: rompeu o sol
recomeça o futuro sem esquecer o passado

16 de fevereiro de 2014

rompeu o sol

Rompeu um pouco o sol por entre essas nuvens que pairam num fixado céu que até mete raiva. Eu sorri. Tu sorriste e de mãos dadas passeamos por entre gente, mar e terra firme num passear porque sim. Eu te disse que gosto do meu mundinho, do meu canto de sonhar, do meu molho de palavras, das palavras soltas e das palavras coloridas, mas também gosto de estar assim contigo num mar de coisas sem dar por nada. Apenas ser feliz!
Rompeu um pouco o sol e o emaranhado da minha vida se endireitou no teu sorriso, o meu corpo pesado ganhou leveza, os meus lábios ganharam um esboço e os meus olhos brilho.
E lá fomos nós de mãos dadas dizendo coisas só para dois, para nós dois, sem cordas e sem nós, sem rede ou fio de segurança.
Rompeu o sol e na minha subtileza disse um ou outro disparate que prontamente corrigiste com o olhar e sorriso benevolente.
Coração, um dia eu vou aprender a ser feliz só num assim sem rascunho ou estudos superiores.
Coração, um dia eu não vou dizer mais asneiras e inconveniências despropositadas só porque quero falar coisas.
Rompeu um pouco de sol e nós, coração, caminhamos felizes por aí.


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007