Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: vagabundo-me livremente
recomeça o futuro sem esquecer o passado

7 de fevereiro de 2014

vagabundo-me livremente

Tem chuva parece molha tolos e eu me passeio ao longo da praia parece sou tolo a se divertir em vagabundos pensamentos ao deus dará. Fosse noutra altura e eu tinha acendido um cigarro e, distraidamente molhado, lá ia em direcção ao sol posto duma ideia qualquer. 
Mas deixei de os acender e passei a namorar com sabor doutros perfumes, a vagabundar solitariamente livre e coerentemente puro com a natureza, sem fundamentalismos e outros falsos moralismos. 
Eu me molho e me distraio nesta praia de pensamentos, olhando, sem te ver, como se caminhasse para os teus braços que eu sei mais logo me vão abraçar com calor de quem ama puramente.

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007