Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: amor
recomeça o futuro sem esquecer o passado

9 de abril de 2014

amor

Andando por aí dou comigo a dizer que não falo nem metade do que penso. Vou e estou a pensar que engoli palavras, que rasurei frases ou tapei ideias feitas. Parei e melhor pensei: pensamentos positivos fazem a gente voar. Voei.
Então, imaginei-me a apanhar milhões de pirilampos e esperar pela noite para com eles ter ter uma noite iluminada. Sorri pela ideia brilhante. Mas teria de esperar pela noite. Lembrei-me de ti, sorri e pensei. Para quê ideias brilhantes se contigo eu tenho uma vida brilhante?
Voltei a sorrir e continuei a minha caminhada como que à espera de qualquer coisa que falasse de amor. É isso. É difícil falar do que toda já falou, quer em verso ou em prosa, quer em letra quer em pintura, quer em silêncio quer em filme. Afinal de contas toda a gente já se deitou com um sorriso, olhar brilhante e derramou pensamentos sobre amor. Amor é febre que todo o mundo já sentiu e que qualquer palavra que eu diga dele parece-me um eco do que já foi dito.
Sorri e espero-te.

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007