Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: caminhei
recomeça o futuro sem esquecer o passado

19 de abril de 2014

caminhei

Caminhei no mar depois da tremideira da hora que ia chegar fazia tempo havia um misto de medo e de querer tanto ela chegue.
Caminhei no mar a olhar para o campo, lugar onde os calos da mão é feito de agarrar a enxada, de molhar o chão e ver despontar pedaços de verdes que um dia vão estar a ferver numa panela. 
Caminhei no mar a ver o tempo cortado em fatias pequenas que se gastam num às vezes parece é a correr, quando a gente quer parar e saborear aqueles momentos que não só a nossa boca ri, como ri os olhos e a alma. Caminhei a ouvir estórias e saberes de outros tempos feitos parece é da família.
Caminhei no mar sem entender o tão vasto é este mundo que termina num mesmo não entender.
Caminhei no mar e acabei a sorrir


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007