Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: cá vou eu
recomeça o futuro sem esquecer o passado

14 de maio de 2014

cá vou eu

Cá vou seguindo o meu caminho como um esperançado eterno vagabundo. Umas vezes feliz, outras muito e outras ainda pelo contrário. Mas deixei de lado o coração partido, perdido e sofrido que percorreu caminhos, carreiros ou a corta-mato, para encontrar um ponto de descanso, um lugar aconchegado, onde pode ficar com toda a sua história.
Cá vou eu seguindo sem perder o norte de que a minha estória é uma das muitas que existem, que mora nas pessoas que lhe habitam, sendo que algumas são felizes, outras muito e outras ainda antes pelo contrário.
Cá vou seguindo sorrindo ou não, cumprimentando com um alegre olá o dia que se segue, às vezes em lua cheia, outras a meio dia e outras nas alegres madrugadas duma hora qualquer.
Cá vou eu.

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007