Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: caminho
recomeça o futuro sem esquecer o passado

12 de junho de 2014

caminho

Caminho em passos lentos como que a contar palavras para um poema que quero escrever, um poema amante, escaldante, ardente e docemente cantado em voz serena de felicidade. Para ser bom poeta tento ser bom amante e para isso não falho as lições que me ensino nas minhas solitárias caminhadas.
Aprendo a fazer tudo direito porque, só já sendo poeta, poderei errar, ser estrela mesmo que em performances medíocres.
Caminho em passos lentos como que a medir as minhas palavra, como que a ver-te em letras soltas do meu alfabeto.
Caminho em passos lentos sabendo que tem gente que apareceu e marcou.

Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007