Navega à vontade que a Sanzala é segura, mesmo que te pareça lenta!
A Minha Sanzala: deixo-me
recomeça o futuro sem esquecer o passado

7 de junho de 2014

deixo-me

Deixo-me navegar por sonhos e memórias e dou comigo a olhar uns olhos que não têm olhar. Ficou-me na memória apenas os olhos. Deslembro de todo o brilho que podia ter existido no olhar daqueles olhos.
Deixo-me navegar por tardes imaginadas com vida e apenas recordo o tic tac do passar do tempo. Ficou-me apenas a marca do tempo sem tempo para o marcar de outra forma.
Deixo-me caminhar por presentes ausentes e dou comigo agora abraçado a ti e esquecido do tempo que passa.
Deixo-me caminhar nos teus braços embalado pela felicidade de poder recordar passados sem ter de chorar, esconder ou inventar.
Deixo-me ser livre porque te gosto com vontade de te gostar


Sanzalando

0 comentários:


WebJCP | Abril 2007